A MPDC assinou um Memorando de Entendimento com o Conselho Municipal de Maputo para a reabilitação de algumas zonas circundantes ao Porto de Maputo.

Está incluída neste memorando a reabilitação do passeio da cintura portuária que vai desde o Terminal de Cabotagem à Praça dos Trabalhadores, os sanitários da Praça dos Trabalhadores, o passeio da Av. Zedequias Manganhela que irá acolher o novo terminal rodoviário, bem como a zona adjacente ao Portão 1, junto ao bairro Luís Cabral.

“Este memorando que hoje assinamos com o Município de Maputo,  faz parte de uma viagem que temos feito para que o porto seja, devolvido à  cidade, uma entidade presente na vida das suas gentes. Neste percurso embarcamos em várias naus,  nomeadamente um terminal de passageiros, a galeria do porto, uma infraestrutura cultural e de lazer à disposição da cidade e dos turistas que a visitam, a sala de conferências Xihlawuleni localizada no nosso edifício das Operações colocada à disposição da cidade e de diversas iniciativas sociais, e o Kaya, um espaço de inclusão social na Rua do Bagamoyo já entregue a um parceiro que irá estar no coração da solidariedade de Maputo através de iniciativas que integram pessoas em situação de exclusão social”, explicou Osório Lucas, Director-Executivo do Porto.

Já o Presidente do Município de Maputo, Eneas Comiche, desafiou os sectores público e privado aembarcarem em projectos de requalificação da Baixa de Maputo  e que “à semelhança da MPDC, possuem esta relação umbilical com a Baixa, que se alimentam do seu dinamismo e que beneficiariam da sua reabilitação, tornando-se num espaço mais aprazível, mais eficiente e mais sustentável para todos os que aqui circulam.”

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top