A Sociedade de Desenvolvimento do Porto de Maputo (MPDC) entregou no dia 25 de Novembro oito ventiladores móveis ao Ministério da Saúde.

“Estamos cientes das limitações que o sector da saúde enfrenta no nosso país, agravadas pela pandemia, e como um porto que acolhe diariamente quase 10.000 pessoas, conhecemos bem a nossa responsabilidade no combate e prevenção da COVID-19”, afirmou Osório Lucas, Director-Executivo da MPDC.

Tratam-se de oito ventiladores compactos LYRA X1, movidos a turbina, com multifunções que cobrem a ventilação não invasiva e invasiva, e são adequados para o tratamento da maioria dos tipos de paciente, desde neonatal até aos adultos. Por serem móveis, os ventiladores são versáteis tanto no ambiente hospitalar como em situações de mobilidade (ambulância). Estes ventiladores vêm também equipados com máscaras de oxigénio (ventilação não invasiva), máscaras de multi-ventilação, máscaras faciais, circuito respiratório, tubos endotraqueais (ventilação invasiva).

A colaboração da MPDC com o sector da Saúde tem sido permanente, indo muito além dos apoios relativos à pandemia da COVID-19. Para além de uma doação de 3.000 máscaras N-95 em Abril desde ano, a MPDC está também a apoiar a unidade de gastroenterologia na aquisição de uma fonte electro-cirúrgica que irá permitir oferecer cuidados de ponta aos pacientes daquela unidade. Este equipamento será entregue brevemente.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top